O motivo,é você

 

Dfa4ec85847e319be4b195d0cd0d7e11cbfa7040_large

A vida é minha. Mas o coração, é seu.

 O sorriso é meu. Mas o motivo, é você.

 
 
(Caio Fernando Abreu)
Anúncios

Aos poucos fomos aprendendo

 Tumblr_luak0dhcgg1qeiwado1_500_large

Porque já não temos mais idade para, dramaticamente, usarmos palavras grandiloqüentes como “sempre” ou “nunca”. Ninguém sabe como, mas aos poucos fomos aprendendo sobre a continuidade da vida, das pessoas e das coisas. Já não tentamos o suicídio nem cometemos gestos tresloucados. Alguns, sim – nós, não. Contidamente continuamos. E substituímos expressões fatais como “não resistirei” por outras mais mansas, como “sei que vai passar”. Esse é o nosso jeito de continuar, o mais eficiente e também o mais cômodo, porque não implica em decisões, apenas em paciência.

(Caio F. Abreu)

Remar. Re-amar. Amar.

Day_three_hundred_and_twenty_three_large

 

(…)Faz tempo que quero ingressar nessa viagem, mas pra isso preciso saber se você vai também. Porque sozinha, não vou. Não tem como remar sozinha, eu ficaria girando em torno de mim mesma. Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também! Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes. Mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia. Mas você tem que prometer que vai remar também, com vontade! Eu começo a ler sobre política, futebol, ficção científica. Aprendo a pescar, se precisar. Mas você tem que remar também.

Eu desisto fácil, você sabe. E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir. Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia. Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro! Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças! Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. 

Que por você vale a pena, que por nós vale a pena. Remar. Re-amar. Amar.

 

(Caio Fernando Abreu)

Meu mundinho

Tumblr_lsfruhrqjj1qkllruo1_400_large

 

Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. As vezes tem um céu azul, outras tempestade. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso. São necessárias…

 (Caio Fernando Abreu)

Um ótimo dia

 

 4_large
 
Eu só vim lhe desejar um dia lindo.
Com flores pelos caminhos que você percorrer.
Com gente feliz ao seu redor.
Com chuvas de sorrisos e de olhares que vem da alma.

Não importa se grandes notícias não virão hoje.
Que também não venham as más.
Que seu dia seja de paz.
Que você esteja em paz.
E que você olhe os problemas de cima, 
e as pessoas que você convive, com olho no olho.
 Que as palavras do dia sejam 
‘leveza’, ‘doçura’, ‘calmaria’, ‘tranquilidade’. 

 E que suas próximas horas sejam carregadas 
de pensamentos positivos e muita paz no coração.

Só vim te desejar um ótimo dia.
Colorido e florido.
Amém.

 
 
(Caio Fernando Abreu)

Das eternidades

 

Eu carrego comigo uma caixa mágica onde eu guardo meus tesouros mais bonitos. Tudo aquilo que eu aprendi com a vida, tudo o que eu ganhei com o tempo e que vento nenhum leva. Guardo as memórias que me trazem riso, as pessoas que tocaram minha alma e que, de alguma forma, me mudaram pra melhor. Guardo também a infância toda tingida de giz. Tinha jeito de arco-íris a minha.

O pouco é muito pra mim. O simples é tudo que cabe nos meus dias.

Eu vivo de muitas saudades. E quem se arrebenta de tanto existir, vive pra esbanjar sorrisos e flashes de eternidade.

 

(Caio Fernando Abreu)